40 Graus começa nesta segunda-feira com a promessa de alavancar vendas

Vendas. Essa é a palavra de ordem não apenas entre os expositores da 40 Graus - Feira de Calçados e Acessórios, mas também entre os lojistas que irão até a feira. O varejo vê no evento uma oportunidade de renovar estoques e vitrines, de olho nas vendas para o Dia das Mães e as festas juninas, datas comercialmente expressivas nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Para a indústria a expectativa é comprometer 40 dias de produção apenas com os pedidos feitos na feira.

Vender é o objetivo principal, mas não o único. A feira que será realizada nesta próxima semana nos dias 7, 8 e 9 de março em Natal/RN é também um momento de estreitar relacionamentos. Indústrias de todo o país vão até o Rio Grande do Norte para encontrar os lojistas do Norte e Nordeste. “É um relacionamento que dá bons frutos tanto para varejo quanto para os fabricantes. É muito importante para essas regiões ter as principais marcas brasileiras em um evento perto de suas bases”, o diretor da Merkator Feiras e Eventos, Frederico Pletsch.

A lojista Rosângela Figueiredo, da Leandro Esporte, localizada na cidade de Sousa (PB), lembra que as festas juninas representam até 45% de suas vendas anuais. Após reduzir seus estoques com o Natal, a empresária vai pelo terceiro ano à feira para garantir novidades em suas vitrines. “Na loja, com a visita do representante, vejo só coleção por coleção o que, às vezes, inibe compras maiores, pois não se sabe o que a outra empresa vai te oferecer. E isto não acontece na feira, temos condições de olhar um todo”, diz ela. Acrescenta que vendeu muito bem na volta às aulas e independentemente das notícias econômicas do país, “acho que teremos um ano bom. Não estou vendo crise”, ressalta.

Um dos pontos fortes da 40 Graus é a preparação que os expositores fazem para a feira. As indústrias têm apostado em coleções especiais para a região, e o evento funciona também como plataforma de lançamento das coleções. “Queremos vender, mostrar a coleção e divulgar para os principais clientes. Buscamos apresentar os novos produtos que têm como diferencial o design, seguindo tendências antenadas. Na feira, teremos produtos da coleção verão e inverno 2016, focando um pouco em cada estação”, destaca o analista de Marketing da marca Klassipé, Paulo Roberto do Nascimento Souza.

MAKING SHOES - Empresas de pequeno e médio porte de Três Coroas/RS terão a oportunidade de abrir novos mercados na 40 Graus. O projeto Making Shoes levará a indústrias sem custos para o evento. A iniciativa é coordenada pelo Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas. A Merkator Feiras e Eventos, que promove a feira, conseguiu valores diferenciados para as indústrias, e a prefeitura da cidade do Vale do Paranhana está subsidiando os custos. “O desejo é promover justamente o aumento da carteira de clientes destas empresas e possibilitar um crescimento sustentável”, completa o presidente do sindicato, Werner Muller Junior.

A 40 Graus conta com o apoio dos seguintes sindicatos: Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas.

 

 

Serviço

40 Graus - Feira de Calçados e Acessórios
Dias 7, 8 e 9 de março de 2016
Centro de Convenções – Natal/RN
Mais de 4,5 mil visitantes nos três dias
240 marcas em exposição